disco rígido

Para a grande maioria dos usuários, o disco rígido ainda é a realidade dos computadores. 

Muitos acreditam que a SSD será o futuro, no que diz respeito a armazenamento, mas o custo deles é tão alto que impede boa parte da população a consumir tal elemento.

Com tudo isso, a uma capacidade bastante baixa e conferindo esses espaços disponíveis das “Solid State Disks” é importante conferir o tamanho existente e qual a real capacidade da sua HD.

Existem ferramentas que podem ser usadas para monitorar as funções mais importantes que são executadas pelo disco rígido, como a velocidade, e verificar possíveis problemas. 

Quando for possível evitá-los, normalmente dá para se ter um diagnóstico precoce que pode ser essencial para corrigir, antes que algum dano seja irreversível.

disco rígido

Por que testar a velocidade?

Quando existe a alteração muito brusca de velocidade, é possível que exista algum problema. Isso quer dizer que você precisa ficar atento, para poder salvar o seu disco rígido, ou estar de olho para fazer um back up antes que seja tarde demais e todas os seus dados e documentos sejam perdidos.

Venha para a Claro e tenha a melhor internet para sua empresa. Saiba mais aqui: https://clarocombomais.com.br!

Como testar a velocidade do disco rígido?

Para fazer esse teste, é preciso ter um aplicativo no computador, como HD Speed, ele é bem simples de mexer, e é especializado em monitorar toda a velocidade do seu HD.

O aplicativo não precisa ser instalado, uma vez baixado, é preciso descompactar do pacote, caso esteja assim, e depois clicar para baixar o HD Speed. 

Feito isso, clique em executar sobre o programa, e a tela irá aparecer na tela.

Esse programa também permite registrar todos dados e resultados que são feitos nas análises. Tudo fica em forma de arquivo salvo na pasta escolhida. Para fazer isso, seleciona a opção “Log results to file”.

É possível ainda, alterar a velocidade com o qual o programa trabalha. Tendo como opções, bytes por segundo ou bits por segundo (sendo 1 byte = 8 bits).

Você deve escolher o disco que será verificado, clicando na opção “Drive”. É válido ressaltar que o programa pode fazer testes. 

Dentro da opção “Mode” é possível escolher qual tipo de teste de leitura quer fazer, se gravação, se gravação e leitura, verificação, etc.

Depois de configurar tudo, basta colocar o HD Speed para funcionar, basta clicar em “Start”. Aparecerá na tela um gráfico real, dos resultados, com a velocidade real (Acurrent), e a velocidade média (Average)

Todos os erros ficam aparentes no campo “Errors”.

disco rígido

Descobrindo outros caminhos

Agora que você já conseguiu verificar a velocidade do seu disco rígido, basta saber se é possível melhorar isso. 

Sabemos que o sistema de armazenamos possui muitos pontos problemáticos, por isso, tentamos melhorá-los usando ferramentas, para ler e gravar, grandes quantidades de dados. 

Isso gera muitos números. E esses números não se relacionam com o desempenho.

Com isso, queremos um trabalho mais realista, e, gerar padrões de acesso para testar. Aqui entra o fio. 

Fio é a abreviação de testador de entrada / saída flexível, e pode ser configurado para modelar qualquer carga de armazenamento.

Os engenheiros de armazenamento real, costumam analisar os padrões reais primeiro para depois liberar acesso ao armazenamento para um servidor ou serviço.

Sendo assim, eles testam um disco rígido pelo desempenho geral, mas também pelo específico que pode ser aplicado em uma carga extra de trabalho, ou armazenamento.

Qual o código aberto do fio?

O fio é usado para modelar e relatar alguns principais padrões de uso do armazenamento, como desktop e servidor. 

O mais importante disso é o E / S, aleatória de 4K. O 4K é a razão pela qual o computador fica rápido e agradável com um disco rígido convencional, e de repente fica lento.

Agora se examinamos a E / S de 64K, são dezesseis processos que acontecem em paralelo. Essa carga de trabalho é intermediário e deixa o computador mais ocupado.

São muitas solicitações para quantidade de dados pequenas, assim como processos em paralelo, e um sistema de altos números de processos, o que é bom. 

Já que isso permite que o sistema operacional consiga dar conta de vários pedidos ao mesmo tempo.

Instalando o fio

É possível encontrar instaladores do Windows para fio em alguns sites pela internet. 

Observe antes que você pode vir a receber avisos de Smartscreen na hora de executar esses programas. Isso significa que eles não possuem assinatura digital, ou seja, não possuem garantias.

O Windows possui uma seleção bem limitada de ioengines que estão disponíveis, que são responsáveis por informar dentro da seleção uma linha de comando que deve ser configurada posteriormente. Na grande maioria das vezes o termo usado é:

–ioengine=windowsaio (entrada/saída assíncrona) e os seus argumentos básicos.

Cada computador e usuário que aprende a usar fio, que se deve realmente aprender, consegue ver a diferença entre gravações e tem a certeza de que fará em níveis mais baixos.

O disco rígido realmente trabalha numa linha muito superficial, porém ter que lidar com essas ferramentas não são fáceis, e elas reagem diferentes em cada sistema operacional, o que torna ainda mais difícil a comparação e os resultados.